FANDOM


Todos nós desejamos ser alguém na vida, termos uma boa educação, uma boa formação, sermos competentes e alcançar os nossos sonhos. Buscando realizar esses desejos, nós objetivamos entrar para diversas instituições, fazemos cursos e nos prepa­ramos para adentrar em uma faculdade ou semelhante. O único problema que ninguém que está de fora sabe é que se manter lá dentro é muito mais difícil e desgastante. Um bom exemplo disso é o Coltec, que leva os alunos à loucura cada vez mais. Vou lhes contar como funciona o dia lá.

Aquele dia amanheceu comum, eu estava com sono porque dormira tarde no dia anterior, mas como já era de costume, me levantei e fui para a escola. No primeiro horá­rio tivemos biologia, a professora cobrou um relatório sobre um projeto que havia pas­sado na semana anterior e já foi logo reclamando de alguns trabalhos. Então, durante a aula deu mais alguns exercícios e como não houve tempo de termina-los ela mandou que fizéssemos como dever de casa, porém não era a única coisa a fazer, deveríamos também fazer o que ela havia preparado para dever e um novo relatório para a semana seguinte, corrigindo o que estava errado, adicionando algumas informações e inserindo também informação sobre o que faríamos na semana seguinte.

Continuando o dia, o professor de física decidiu passar uma lista de exercícios muito grande para ser feita em aula também, então também acumulou para casa, mas ele havia planejado outra lista como deveres e pediu para que fizéssemo-la em no máximo dois dias, além de alguns laboratórios enviados por e-mail que deveriam ser apresentados.

No horário seguinte, recebemos um projeto de informática que dedicaria no mínimo 10 horas sem pausa para ser realizado, isso fazendo em frente ao computador com compromisso, caso enrolasse ou ficasse navegando na internet durante o projeto o tempo elevar-se-ia para 20 horas. Isso sem contar que ele estaria valendo 10 pontos e deveria ser entregue na semana seguinte, sem que isso prejudicasse os nossos estudos, pois haveria também uma prova após a entrega do trabalho.

Chegamos ao último horário, finalmente, então todos os alunos forma entregar suas crônicas. Recebo a notícia inesperada de que a crônica deveria seguir um tema específico e eu não havia prestado atenção a esse detalhe, logo minha crônica seria julgada como inválida e um buraco no chão abriria sob os meus pés e me jogaria no inferno – ou algo perto disso. Rapidamente fiz uma nova crônica, nas coxas mesmo, esperando que o resultado agradasse meu professor, tantas vezes querido, tantas vezes algoz.

Finalmente algo parecia ter saído bem no meu dia, a crônica estava pronta e entregue bem em tempo! Mas uma notícia recebi com demasiada tristeza, o texto que eu escrevi não era uma crônica, ele pecava em diversos pontos. Após uma relida eu mesmo percebi como havia ficado ruim e como eu desvirtuara o foco da produção de texto. Ficou para a próxima semana fazer a nova crônica, dessa vez eu esperava conseguir fazer uma boa crônica que agradasse a meu professor.

Bem, a semana seguiu e apesar de eu ter dormido quase de madrugada a fim de terminar todas as tarefas, eu consegui, quero dizer, quase todas. Algumas a gente tem que sacrificar, né? Por fim, na sexta-feira, um professor meu decidiu marcar uma prova para a semana seguinte. O melhor de tudo foi ele dizendo “Vocês quase não tem o que fazer mesmo”. Eu tive a ligeira impressão de que por dentro ele estava com um sorriso bem grande, afinal, deve ser o máximo fazer isso.

Então, caro leitor, digo-lhe apenas o seguinte: tome cuidado quando for entrar em uma instituição para estudar, não ache que vai ser moleza, pois não vai. É necessário muito trabalho e muita dedicação, mas fique tranquilo, pois no fim tudo vai valer a pena. Além disso, enquanto você está ocupado e atarefado perceberá como é bom ter muitas tarefas das quais você virtualmente é incapaz de realizar e por fim consegue cumpri-las com êxito. O lance é nunca olhar para atrás, você deve mirar seus sonhos e traçar uma reta até eles! Ninguém pode controlar o passado ou o futuro, mas todos podemos controlar o presente, assim moldamos um passado e construímos o futuro.


Lauro César Jacques Santos

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória