FANDOM


O stress nos jovens vem crescendo consideravelmente nos últimos anos e as causas dele são variadas. Estudantes que acordam de manhã cedo já têm que lidar com o fato de que suas camas parecem bem mais aconchegantes do que deveriam, parece que elas dizem: “Aproveitem agora que eu estou quentinha, porque quando vocês forem deitar de novo, estarei mais fria do que a geladeira”. Depois de realizar esse sacrifício, nos arrumamos, tomamos nosso café e vamos pegar o ônibus para ir à escola. Ônibus, quem disse que não cabem duas pessoas em um mesmo lugar é porque não viu o 5102 nos horário de 6:30h. as 7:00h. Se você tiver sorte, se é que se pode chamar isso de sorte, poderá conseguir entrar no ônibus e chegar a tempo para o primeiro horário. Conseguindo realizar esta proeza, ao entrar na sala de aula você irá se deparar com uma sala cheia de pernilongos, quando digo cheia, quer dizer que é uma nuvem de pernilongos todos sedentos por sangue como se fossem vampiros. Normalmente, junto com os mini-vampiros, vem também o “agradável” cheiro do córrego, os alunos gripados nessa hora agradecem a Deus por não estarem conseguindo respirar direito.

Uma aula vai e outra vem... Na verdade nem isso acontece, as aulas parecem se arrastar por horas e mais horas, você se cansa de descobrir o X da matemática e diz: “Minha querida, está na hora de você crescer e resolver os seus próprios problemas”, e quando vem a geografia: “Está na hora de arrumar um GPS e uma bússola para você, sabe como é, já estou um pouco cansada de ficar localizando norte, sul, leste e oeste”. E por fim, o português aparece contando sobre seu passado perfeito ou imperfeito, é nessas horas que viramos conselheiros e falamos algo do tipo “Português, erga a cabeça, quem vive de passado é museu, está na hora de seguir em frente”.

Finalmente chega a hora do almoço. Normalmente os alunos têm duas opções de lugares para almoçar, a primeira é a própria cantina do Coltec, com um macarrão feito na chapa ou um prato feito, com muita comodidade. O problema disso tudo? A fila interminável da cantina. A mesma fila, só que multiplicada por 10 você encontra no bandejão, que vem com o bônus do suco colorido com sabor nenhum. Voltando para a escola, temos mais e mais aulas intermináveis, dessa vez nosso sono e preguiça estão duplicados e se algum aluno conseguir manter sua atenção em apenas 30 minutos de aula será um recorde nacional. Ao final do dia, saímos da escola como zumbis, pegamos mais um ônibus em horário de itinerário (ou seja, em horário que ficamos espremidos como uns limões) e voltamos para nossas casas. Casa deveria ser o sinônimo de descanso, cama, comida e internet, mas para um coltecano, normalmente é deveres, trabalhos e estudos.

E é com uma rotina como esta que percebemos que o stress dos jovens é realmente verdadeiro e que precisamos ser ajudados . Especialistas formados na área da juventude afirmam que precisamos de mais horas vendo filmes e séries, mais horas na frente do computador e, no meu caso, mais horas para terminar de ler os livros que ganhei. Só assim ficaremos mais calmos e, além disso, traremos mais tranqüilidade aos nossos pais que nunca mais precisarão nos chamar de adolescentes aborrecentes.

Jéssica Soares Martins

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória