FANDOM


Chargeangeli190.jpg
Déficit.jpg
Déficit Habitacional em BH
Editar

Entre as regiões metropolitanas do Brasil, a de Belo Horizonte apresentou o segundo maior aumento no déficit habitacional entre 2007 e 2012, segundo estudo divulgado ontem pelo Instituto Nacional de Pesquisa econômica A plicada (Ipea). O número de moradias que faltavam no primeiro ano do levantamento, 117.474, chegou a 129.737 no ano passado – crescimento de 10,44%. A metrópole fica atrás apenas de Fortaleza, que teve evolução de 10,84% – apesar do déficit de casas, de 120.108, ser menor no Estado do Nordeste do país.

Ao contrário do aumento na capital mineira, todas as demais regiões metropolitanas pesquisadas – Belém, Recife, Salvador, Rio de Janeiro, São Paulo , Curitiba e Porto Alegre – tiveram reduções no déficit habitacional. A lista traz ainda Brasília – que não se enquadra como região metropolitana –, onde houve aumento de 20,40% no período. Isso mostra que Brasília, mesmo não sendo uma região metropolitana, supera as demais capitais no aumento do déficit habitacional.

Se considerarmos só 2011 e 2012, a escassez de domicílios aumentou ainda mais – 29,3% – na Região Metropolitana de Belo Horizonte. “Em termos absolutos, os dados mostram que mais pessoas estão vivendo em situação de precariedade”, afirmou Vicente Correia Lima Neto, pesquisador do Ipea. O déficit é calculado a partir da soma das moradias precárias ou rústicas; as que têm coabitação e adensamento excessivo por dormitório; e onde há famílias que são oneradas demais no pagamento do aluguel.

Em contrapartida, houve queda de 1,74% na proporção de domicílios em situação de déficit habitacional em relação ao total de domicílios da região metropolitana de Belo Horizonte. Enquanto 8,1% das residências estavam enquadradas no perfil do déficit em 2007, o índice era de 7,9% no ano passado. Isto significa 

“A cidade cresceu mais que o déficit, o que relativizou o impacto da falta de moradia”, ponderou Lima Neto. No entanto, apesar da redução na proporção, a região metropolitana de Belo Horizonte é a que teve a menor baixa no índice, que se manteve acima dos 10% na maioria das outras regiões metropolitanas. Isto significa que Belo Horizonte ainda tem um longo caminho a trilhar, até abaixar consideravelmente esse índice.

Só na capital de Minas Gerais, o déficit é de 62.523 moradias, de acordo com o Plano Local de Habitação de Interesse Social da Prefeitura de Belo Horizonte. Mas o número é ainda maior – 152 mil – quando se analisa a questão do ponto de vista qualitativo, que engloba todas as moradias inadequadas – com irregularidade fundiária, em área de risco e padrão precário.

Já Minas é o Estado com o segundo maior déficit do país – 464.881 – e se manteve praticamente estável entre 2007 e 2012, com redução de 1% no índice.

Download.jpg

Uma solução para esse problema de déficit habitacional que o estado pode oferecer é a construção de casas populares, o que faz com que muitas famílias saiam do aluguel e adquiram a casa própria. Segundo a rede Alterosa, a capital mineira irá ganhar mais de 18.000 novas casas populares, o que faz um abrandamento do problema em questão.

Casas Populares.jpg

Casas populares

Panorama de melhora do Brasil.

O déficit habitacional caiu entre 2007 e 2012 no Brasil, passando de 5,59 milhões de domicílios para 5,24 milhões. A deficiência é majoritariamente urbana (85% do total) – cerca de 742 mil famílias que viviam em domicílios em condição de déficit no ano passado estavam na área rural. Apesar de o Estado com maior número de domicílios nessa situação ser São Paulo (1,12 milhões), as regiões Sudeste e Sul apresentam os menores déficits relativos do país – proporcional ao total de moradias. No Nordeste do Brasil, o déficit atinge aproximadamente 1,61 milhões de domicílios, concentrados principalmente no Maranhão (25% do total) e na Bahia (22%).

Fonte: Jornal O TEMPO

Image25879.gif

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória