Wikia

Wiki Mouse

Discussão:POEMA 10 - POEMINHA CINÉTICO

237 pages em
Este wiki

Voltar para o artigo

Ao meu ver, Millôr Fernandes, representa a maneira como o bêbado se locomove utilizando a estrutura do poema. Uma forma interessante e criativa de brincar com as palavras utilizada pela autora, que faz com que o leitor crie uma imagem do personagem citado no poema, ao ler o mesmo.

(Thais Fernandes Ferreira)

Ao longo da sua poesia o autor busca descrever o movimento do bêbado ``localizadando´´ as palavras de um maneira que parece estar repetindo o mesmo .Ele rima os versos da primeira estrofe cruzadamente assim a ideia de rima fica mais claro e percepitivel aos leitores que o leem.Ele não usa metáforas nesse seu poema,seguindo uma ``lógica´´ de fácil entendimento.

Láyza Jardim

Layza, é importante dizer também que ele cria imagens com as palavras para poder dizer o que quer. Legal isso, a palavra chega ao seu limite de informar visualmente, ela também sendo apenas uma imagem...

Concordam? FRANCIS

Concordo. É interessante isso, ele reforça com a imagem o que as palavras querem dizer.


Láyza Jardim

Discussão:POEMA 10 Editar

A poesia é bem simples, mas é muito empolgante para a leitura, pois nela o poeta tenta demonstrar uma pessoa bêbada assim , às palavras começão a sair da sua ordem normal ficando bem mais divertido a leitura da poesia. Sergio Almada

Foi só eu que achei que o final da poesia daria um ótimo funk? Pedro Gabriel

Discussão: POEMA 10 - Poeminha Cinético - Victor Melo Seixas Editar

Achei esse poema muito bacana, pois nele o poeta tenta nos passar o que o bêbado está sentindo. Além de utilizar as palavras no seu sentido literal, o autor também brinca com a disposição destas, para passar uma sensação de movimento. É um poema de fácil entendimento que foge ao comum, explorando novas formas de se fazer poesia.

Victor Melo Seixas

Este poema além de mostrar um conteúdo, conta com o bom humor do autor criando na obra um movimento que nos permite a visualização de como um bebado se comportaria nessa situação. ALEXANDRE BALBINO MOREIRA.

POEMA 10 Editar

Durante seu poema o autor preocura se divertir e aos leitores ultilizando rimas e brincando com a forma da escrita, pois ele preocura escrever de um modo que demostre (ilustre) o movimento do personagem descrito no poema.


De modo geral o poema é muito bacana de ser lido pois pela minha análise o autor conseguiu causar o impacto que provavelmente queria dar aos leitos. Ao ler esse poema podemos ver como é o movimento do personagem atrávés da forma de escrita ultilizada para ilustar.


ass: Pedro Henrique Pinto

Discussão: Poema 10 Editar

Esse poema por Millôr Fernandes, tem a intenção de passar as sensações do personagem principal para o leitor. Como o personagem principal se encontra bêbado, o autor se vale do uso de alterações na formatação do poema, assim passando ao leitor a sensação de cambalear e de rodopiar, que são típicas de um bêbado.

Este é um poema bem símples, que se vale da imagem criada pelo uso das palavras para interessar o leitor, e por isso é claramente um poema moderno, visto que não segue nenhuma regra de formatação de poesia.

- Eric Serbinenko


Poema 10Editar

O poema de Milôr Fernandes é um poema simples, sem muitas figuras de linguagem oque torna o poema de facil compreenção, ele muda as posições das palavras para demonstrar o movimento do bêbado, oque faz com que o poema seja diferente e original. O poema apresenta uma estrutura diferente dos poemas comuns, variando as posições das palavras para melhor visualização do que o eu-lirico fala.

Marcela Braga Campos

Poema 10 Editar

O Poeminha Cinético é bem simples, mas o que o torna interessante é a forma com a qual o autor brinca com as palavras, buscando, com a alteração da forma de texto usual, descrever melhor o movimento do bêbado, tornando melhor sua visualização, e deixando a leitura mais gostosa.


Letícia Láuar Hollerbach


Eu já conhecia e é muito interessante a forma como o autor brinca com as palavras. É uma variedade de poemas muito interessante, pois visa nos mostrar como a personagem estava no momento, assim podemos imaginar melhor a situação e o que está acontecendo. Como se trata de uma poema não há um padrão a se seguir, o que proporciona uma grande margem para estilos diferentes de escrever e demonstrar.

Lauro.


O formato com que o poema foi feito interage com a poesia contida neste, achei isso muito interessante, porém achei o poema escasso, pois este é constituído por poucos versos refratando apenas a saída de um homem bêbado do botequim. Entretanto, este pode ser um anúncio para alertar mais as pessoas que o consumo exagerado de bebida alcoólica, gera conseqüências péssimas ao consumidor. O formato poético trás essas idéias ao leitor.

Letícia Campos

o autor brincando com as palavras tenta passar a sensação de primeira pessoa para o leitor, assim torna o poema divertido para ler.


Felipe Reis Kucaniz

Poema 10 Editar

O poema de Millôr Fernandes nos mostra uma forma diferente de se utilizar a poesia, no caso, tranformando o seu próprio texto em "movimentos" de acordo com o assunto retratado. Temos isso como uma forma de brincar com as palavras sem retirar o sentido do texto, logo é esta a proposta de quem escreve poesias assim. É claro que há uma certa estrutura que se deve obedecer para que este seja classificado como um poema. Além disso percebemos que esse tipo de poema é de origem próxima, pois o tema (que é o bêbado) e a forma como esta poesia é feita nos remete os dias atuais do que comparado com os poemas de antigamente que tinham um certa formalidade.


Jéssica Soares Martins

Discussão do poema 10: Poeminha Cinético Editar

No Poeminha Cinético de Millôr Fernandes, o autor chama atenção para um homem de uma classe social melhor que depois que beber tem a mesma visão de mundo que um bêbado comum. Neste poema, ele brinca com a disposição das palavras, de forma que as mesmas tentam demonstrar o movimento dos bêbados. É bem humorado e o que chama a atenção é seu visual.Editar

Marina Damasceno PaixãoEditar

      Poema muito interessante em que as palavras passam a ser utilizadas para dar mais detalhes sobre o estado do bebado. Elas não apenas descrevem a cena como também a ilustram. Muito parecido com textos em que as palavras são organizadas para passar algo diferente do que elas passam na sua forma escrita
 interagindo de diversas maneiras com o leitor.

Daniel Assis Pereira

No poema de Millôr Fernandes ele brinca com o jeito que o bêbado anda, depois de criarmos um final para o poema e ler o original, eu acho que eu gostei mais do final da Láyza, eu esperava mais do final.


Luiza Domingos

Achei bastante interessante esse poema, pois ele utiliza de um recurso visual que chama atenção para ele, fazendo com que tenhamos mais interesse em lê-lo.

Esse poema de Millôr Fernandes é um pouco diferente da maioria dos poemas encontrados, pois ele trata do assunto escrito com um olhar diferente, tentando colocar um pouco de humor no poema. O que para muitos é estranho, já que há pessoas que não consideram isso um poema, pois ele foge do padrão. Para esses é preciso dizer que é necessário olhar de um jeito diferente e deixar o preconceito de lado para entender e "curtir" o poema.


Thalyta Borges

Gabriel Percinio Editar

Esse poema fica mais fácil de entender com essa brincadeira com as palavras ,deixando uma sensação de uma pessoa embriagada ,podendo até quem nunca ficou bebado sentir essa sensação de tudo rodando a sua volta e coisas do tipo.

Por fim esse poema nada mais é do que uma brincadeira inteligente com as palavra.

Gabriel Percinio


Já tinha lido poemas assim antes, no qual o autor quer mostrar literalmente o sentido das palavras usando recursos gráficos para representar exatamento o que ele quer dizer. Por exemplo, no final do poema quando a palavra "assim' vai girando, mostra a visão do bêbado. Foge do padrão, pois o autor busca humor para o poema brincando com as palavras.

Giovanna Rossato

O Poema é simples, e é interessante como o autor tenta demonstrar o que um bebado supostamente vê, brincando com as palavras colocando-as fora de ordem, em circulos. Tenta também trazer uma mensagem sobre o alcool. Eu quanto fiz uma continuação para a primeira estrofe coloquei algo a respeito de acidente, bem diferente do poema original.

by .João Victor

Achei interessante este poema pois o autor posiciona as palavras de uma forma que "desenha" ao invés de explicar detalhadamente. É um recurso muito bom e bem útil, pois é de fácil interpretação. O poema contém rimas e uma pequena história sobre um homem bem vestido que fico bebado e saiu do lugar tonto.

Tito Lívio

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória