FANDOM


eu quero saber mais dessa bosta marrom


Eles podem não ter talão de cheque, cartão de crédito ou mesmo dinheiro na conta, mas não há marca, produto ou serviço que não queira incluí-los na sua lista de clientes. Cada dia mais precocemente, adolescentes e jovens são o alvo preferencial do mercado, que quer garantir desde cedo a fidelidade a seus produtos e serviços. Esse assédio pode ser visto na publicidade, no aumento das contas universitárias e na farta distribuição de cartões de lojas. Por que isto está ocorrendo? Existem muitos motivos. Mas vamos começar com a cultura capitalista. A cultura capitalista de hoje torna-se necessário a frequentação de todos os tipos de pessoas aos shoppings centers, um “céu” para a realização de compras, o que atrai muito a atenção dos jovens, que hoje em dia procuram cada vez mais a obtenção de coisas um pouco mais caras (como roupas de marca e objetos com um pouco de mais benefícios que outros) e um estilo de vida baseado nas coisas “ideais”, vistas em filmes, televisão e principalmente internet. A jornalista americana Alissa Quart dá uma explicação para isso: “Porque nos últimos anos as empresas adotaram a estratégia de direcionar esses produtos para os jovens. Esse avanço foi influenciado pelo estilo de vida dos astros de rap e hip hop, que valorizam esses produtos em sua música e em sua vida pessoal. Marcas caras, como Louis Vuitton, tornaram-se símbolos de cultura popular. O interesse por esses símbolos de status também cresceu bastante entre os adultos e, por conseqüência, entre seus filhos.”


Mas não vamos pôr a “culpa” apenas na mídia, pois sete em cada dez jovens gostam de realizar compras, o que demonstra que eles não são apenas induzidos a fazer aquilo, mas a apreciam o desejo capitalista da compra. Pelas facilidades dos dias de hoje, os jovens conseguem obter um poder aquisitivo e gastam quase tudo no mercado. Porém a maior parte do dinheiro gasto é proveniente dos pais, que gastam de acordo com os desejos dos filhos, por isso uma família com um ou mais adolescentes tem um gasto médio maior do que uma família com uma mesma renda e mesmo número de componentes.

Consumo2.gif


Além dos próprios desejos, os jovens também opinam nas compras familiares e terminam por escolher grande parte dos produtos consumíveis e até mesmo aparelhos eletrônicos, pois afinal de contas, quem mais irá utiliza-los será os próprios adolescentes. "Nós educamos as crianças e os jovens para que tenham autonomia, opinião, poder de decisão. Pois é, eles aprenderam e decidem o que comprar por nós", ironiza Rita Almeida, especialista em tendências e hábitos de consumo de adolescentes da agência de propaganda AlmapBBDO.


Uma pesquisa realizada pela Organização das Nações Unidas (ONU) mostra que os jovens brasileiros são os que mais se interessam por fazer compras, entre eles produtos em comum, como: leite, refrigerantes e celulares, que são trocados praticamente todos os anos da adolescência.


Por isso a juventude atrai tanto os olhos da publicidade para os investimentos de tanto dinheiro,pois este é segmento mais poderoso e que movimenta bilhões por ano é o mesmo que há anos atrás era deixado de lado por muitas marcas. Consumo3.gif


Fonte : http://veja.abril.com.br/especiais/jovens_2003/p_080.html

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória