FANDOM


Site charge violencia urbana 01.jpg
Criminalidade.jpg

Fonte: atualidadesdodireito.com.br

A criminalidade surge de diferentes formas, começando desde cedo, com crianças nas ruas praticando o mal por causa de uma falta de "atenção" do governo em relação a educação dada desde pequenos, porém a culpa não é apenas do governo, é preciso lembrar que "educação se aprende em casa".

De acordo com a revista Superinteressantea pobreza, a falta de qualidade nas escolas, a marginalização, o desemprego, são todos exemplos de déficits brasileiros, que tornam possíveis os dados preocupantes sobre a segurança pública atual. Atualmente a violência está presente em todos os lugares, mas os maiores índices de criminalidade estão concentrados principalmente nas regiões urbanas, apresentando de diversas maneiras como: roubos, estupros, homicídios, latrocínios (roubos seguidos de morte), entre outros crimes hediondos.

Cercas de ferro, arames farpados, alarmes, cercas elétricas, nem mesmo em
Kit-concertina-instalacao.jpg

Fonte:www.tellare.com.br

nossas casas com os melhores e mais sofisticados equipamentos de proteção estamos realmente seguros. Mesmo com a tecnologia disponível, os criminosos acabam encontrando um método para invadir até mesmo nossa suposta “área de segurança máxima”. As taxas de homicídios no Brasil mostram que em 2013 foram registradas 25,8 mortes para cada 100 mil habitantes brasileiros, uma das taxas de homicídio mais altas do mundo, sendo que o índice considerado suportável pela Organização Mundial da Saúde (OMS) é de dez homicídios por 100 mil habitantes.


Muitas vezes interpretamos esses dados de forma geral, não observando que a cada cidade, existe uma taxa diferente, baseada nos fatores que intensificam, ou reduzem a criminalidade. Se observarmos onde moramos, ou seja, a região metropolitana de Belo Horizonte, no período de 2002 a 2007, de acordo com os dados obtidos do site O Globo, vemos que a média de homicídios é de 52,5 para cada 100 000 habitantes. O número de crimes violentos contra o patrimônio em Belo Horizonte,  cresceu 17% só no último semestre, os assaltos na capital estão se tornando cada vez mais frequentes, pesquisas mostram que a cada 20 minutos ocorre um assalto na região, o que deixa a população extremamente assustada.


Observe abaixo alguns mapas que revelam a quantidade de determinado crime por região em Belo Horizonte (2010), mostrando que o fator regional, também altera a quantidade de crimes, uma vez que modifica, por exemplo, a realidade financeira ou educacional do local:

Homicídios BH.png

Homicídios e latrocínios por região em Belo Horizonte. http://www.nossabh.org.br/indicadores/i0908.html

 

Outros mapas com indicadores de educação, saúde, segurança, podem ser encontrados no site Nossa BH, onde os mapas ao lado foram obtidos.

Estupros BH.png

Estupros por região em Belo Horizonte. http://www.nossabh.org.br/indicadores/i0909.html

É possível notar pelos mapas, diferentes regiões possuem diferentes índices de criminalidade, sendo que é de competência do município e do estado, tomar providências, baseadas nesses dados. Mas quais providências realmente são tomadas? Quais são os órgãos responsáveis por isso?

Podemos dizer que os principais órgãos que tomam medidas para combater a criminalidade são as polícias Militar e Civil.


        O comandante-geral da Polícia Militar em Minas Gerais, coronel Márcio Sant’Ana, destacou que a população tem sua responsabilidade no que se refere à prevenção da criminalidade. Segundo ele, o cidadão deve tomar certas precauções: “Eu tenho uma atitude responsável, observo o meu entorno, faço o controle de retrovisor no meu carro e faço opções de onde estacionar". Ainda de acordo com ele, agindo dessa forma as pessoas têm menos chances de ser alvos de bandidos. “Acho que isso é a interpretação correta do preceito constitucional de que segurança é direito, mas também responsabilidade de todos os cidadãos”.Editar

        Da parte da polícia em conjunto com a PBH, na tentativa de diminuir a violência, lança alguns projetos como; núcleo da policia comunitária, que pretende instalar núcleos de policia comunitária em regiões de grande vulnerabilidade social; o projeto Ulisses, que facilita o processo de desaparecimentos criando cadastro para pessoas desaparecidas e a edição de vídeos, cartilhas e panfletos informativos; combate a pichação em Belo Horizonte através da realização das ações de sensibilização, repressão qualificada e despiche. Compartilhamento de imagens e videomonitoramento, assim quando um órgão levantar a necessidade de observação em determinado ponto da cidade onde já haja equipamento de outro, as imagens serão compartilhadas em vez de arcar com custos elevados de aquisição e instalação de equipamentos.Editar

Por fim, é importante dizer que além precauções gerais por parte da população e investimentos na segurança por parte da PBH, ela deve investir principalmente não para apenas combater a criminalidade existente, mas para impedir a futura, ou seja,  impedir jovens  a entrarem no mundo da criminalidade. Vimos que educação de qualidade, trabalho, investimento cultural e social tem uma parte importante na redução da criminalidade, uma vez que afasta os jovens disso. Dessa forma, ao investir nessas questões, e em conjunto colocar em prática projetos para aumentar a segurança, é possível obter resultados consideráveis obtendo então mais segurança no dia a dia, e cada vez menos jovens sendo influenciados pelo mundo do crime.Editar

O número de crimes violentos – homicídio, sequestro, cárcere privado, roubo e estupro – em Belo Horizonte cresceu 20% neste ano até novembro, em relação ao mesmo período do ano passado. Foram registradas 27 775 ocorrências, uma média de 84 por dia. De acordo com o secretário de Estado de Defesa Social), Rômulo Ferraz, um conjunto de fatores explica a expansão da violência, como a disseminação do crack, o aumento da participação do adolescente e a “flexibilização” da lei federal 12 403 de 2011, que resultou no aumento dos casos de liberdade provisória.

fonte: http://vejabh.abril.com.br/edicoes/online-seguranca-publica-bh-763455.shtml

13f01.gif

Vio.jpg

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória